Nosso pronunciamento de hoje, da Tribuna da Câmara dos Deputados

Nosso pronunciamento de hoje, da Tribuna da Câmara dos Deputados



CÂMARA DOS DEPUTADOS
Orador: ARNALDO FARIA DE SÁ Data: 13/10/2015


O SR. PRESIDENTE (Gilberto Nascimento) - faremos uma rápida passagem por São Paulo, para ouvir o Deputado Arnaldo Faria de Sá.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (Bloco/PTB-SP. Sem revisão do orador) - O Deputado Gonzaga Patriota vai me deixar falar, por causa da mãe dele.
O SR. GONZAGA PATRIOTA - Primeiro, os mais velhos.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (Bloco/PTB-SP. Sem revisão do orador.) - Sem dúvida alguma, a gente tem um carinho especial por aposentados e pensionistas. E quero lamentar que, segundo informações do Presidente do Congresso, Senador Renan Calheiros, a votação de vetos vai ficar só para novembro. Eu não entendo: se há obrigação constitucional, por que S.Exa., o Presidente, não quer convocar a sessão?Nós queremos derrubar o veto da extensão do aumento real do salário mínimo para os aposentados e pensionistas, que estão em uma situação muito difícil, muito complicada. A redução dos seus benefícios é, a cada ano, avassaladora, e, aí, vêm inventar essa história de aumentar o consignado para tentar resolver.
Isso é mera enganação!Nós queremos aumento real para os aposentados e pensionistas, e aqueles que não quiserem isso assumam a sua parcela de responsabilidade. Os aposentados não aguentam mais!E ainda vão perder a Farmácia Popular. Lamentavelmente, Sr. Presidente, não se dá o que os aposentados reclamam e ainda se perde aquilo que eles já têm, como os remédios gratuitos da chamada Farmácia Popular, que estácomprometida com o orçamento do ano que vem.Então, Sr. Presidente, Sras. e Srs. Parlamentares, nós temos que tentar minimizar o problema dos aposentados e pensionistas e não permitir que as coisas que eles têm, que são poucas, sejam perdidas e, naquilo que eles reclamam, não sejam atendidos.Portanto, é nossa preocupação poder derrubar o veto e garantir aumento real para os aposentados, sem quebrar a Previdência. Há aquela velha ladainha de que tudo o que se faz para aposentado quebra a Previdência. Quando roubam por aí, como nos escândalos da PETROBRAS, nos escândalos disso e daquilo, ninguém se lembra, mas quando vão dar alguma coisa para o aposentado, vem aquela velha ladainha de que vão quebrar a Previdência.Nós não vamos quebrar a Previdência coisíssima nenhuma! Queremos garantias para os aposentados e pensionistas, e quem não quiser que vá para o inferno, Presidente!